ISCP Virtual

EDITAL Nº 01/2016 TECNÓLOGO EM SEGURANÇA PÚBLICA

O Chefe do Departamento de Educação e Cultura/Reitor do Instituto Superior de Ciências Policiais resolve, por meio do Edital nº 01 DEC/DIFORM DE 11 DE JANEIRO DE 2016, realizar o processo seletivo destinado a selecionar candidatos para vagas no Curso de Segurança Pública, na modalidade presencial, oferecido pelo ISCP para o primeiro semestre de 2016.

 

O Curso de Segurança Pública, inserido no Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia foi pensado no sentido de oferecer uma graduação aos policiais militares do Distrito Federal, bombeiros militares do Distrito Federal, agentes e escrivães da Polícia Civil do Distrito Federal, e agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal.

 

O processo seletivo será regido por Edital e executado pela Diretoria de
Formação – DiForm do Departamento de Educação e Cultura – DEC/Reitoria do Instituto Superior de Ciências Policiais da Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF.

 

As inscrições estarão abertas no período de 20/01 à 27/01/16 e poderão ser realizadas na Diretoria de Formação, conforme previsão estabelecida no Edital n° 01 DEC/DiForm, de 11 de janeiro de 2016, item 3.3.1, letra a.

 

Demais informações acessar o referenciado Edital, procurar a Diretoria de Formação-DEC, ou nos seguintes endereços eletrônicos (sites): www.pm.df.gov.br  e/ou http://iscp.pm.df.gov.br.

 

Atenciosamente,

 

LEOBERTINO RODRIGUES LIMA FILHO – CEL QOPM

 

Diretor de Formação/Pró-Reitor de Graduação

 

  

EDITAL PDF

SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO DO CAOAEM/2015

O Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais Administrativos, Especialistas e Músicos (CAOAEM/2015) teve sua formatura de encerramento na tarde desta quarta-feira (16), no auditório da LBV. O curso teve a duração de três meses e 15 policiais participaram do certame.

O CAOAEM/2015 foi coordenado pelo capitão José Francisco Araújo dos Santos e o capitão Erivelton Drumond Ponte foi o primeiro colocado do curso, seguido pelos capitães Francisco da Cruz Lopes e Valdemar Alves dos Santos, segundo e terceiros lugares respectivamente.

O comandante do Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento da PMDF (CAEAP), coronel Marcus Sampaio, revelou que a cada ano a corporação investe mais em seu material humano e, que somente em 2015, mais de 8 mil policiais participaram de cursos de especialização e aperfeiçoamento da PMDF.

Os 15 oficiais que participaram do curso tiveram instruções de Gestão Financeira e Orçamentária, Planejamento Estratégico, Direito Penal entre outras disciplinas.

Durante a cerimônia houveram homenagens aos instrutores e oficiais superiores e apresentação  de sax soprano.

"A Polícia Militar nunca pode deixar de reconhecer aqueles que passaram tanto tempo em seu quadro", afirmou o Comandante-Geral, coronel Florisvaldo Ferreira César, no encerramento da solenidade.

FORMATURA DO CAP IV/2015

 Por Wallace Ximenes

      A PMDF realizou na tarde desta terça-feira (15) a solenidade de formatura do Curso de Aperfeiçoamento de Praças - CAP IV/2015. O evento foi realizado no auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães e contou com a presença de autoridades civis, militares, familiares e convidados.

      Foram homenageados os três primeiros colocados do curso que receberam seus certificados. O primeiro colocado, o 3° sargento Juéd de Menezes Lima, foi honrado com a medalha Duque de Caxias, um reconhecimento pelo seu excelente desempenho no curso. Em segundo lugar, ficou o 3º sargento Cláudio Rogério de Oliveira, e na terceira colocação o 3º sargento Rubens Vieira Santos.

      A mesa de honra foi composta pelas seguintes autoridades: pelo tenente-coronel Vasconcelos (comandante do 3º BPM), coronel aviador da aeronáutica João Batista Cavalcanti, da subsecretaria de Esportes do DF, Leila Barros, coronel Marcus Vinicius de Oliveira - comandante do CAEAP (Centro de Alto Estudos e Aperfeiçoamento), coronel Sousa Lima (chefe do DEC – Departamento de Educação e Cultura),  tenente-coronel Rogério (comandante do CPRL) e tenente-coronel William (comandante do BPMA).

      O curso foi realizado no Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento da PMDF, teve a duração de dois meses e formaram-se 251 sargentos.

     O primeiro colocado, sargento Juéd Lima, lotado no Centro de Comunicação Social (CCS), completou 24 anos de serviços prestados à corporação. Ele falou sobre a relevância do curso para sua capacitação profissional “é mais uma conquista em direção à progressão funcional, à perspectiva de melhoria na carreira”, garantiu.

ISCP PROMOVE PALESTRA SOBRE PERFIL PROFISSIOGRÁFICO

DE PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA

            O Instituto Superior de Ciências Policiais promoveu na tarde da última quinta-feira (10), no auditório do Colégio Militar Tiradentes, uma palestra sobre Análise Profissiográfica e Mapeamento de Competências em Instituições de Segurança Pública para os alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais 2015 e aberto ao público em geral.

            A palestra foi proferida pela professora Cristiane Faiad, Mestre e Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. A professora foi responsável durante 10 anos pelos concursos na área de segurança pública do CESPE/UnB e participou do levantamento do perfil profissiográfico das competências das polícias federal, rodoviária federal, policiais militares, civis, corpos de bombeiros e guardas municipais.

Atualmente a palestrante atua como assistente técnica em perícias de Avaliação Psicológica pela União e na elaboração de Análise Profissiográfica e Mapeamento de Competências em Segurança Pública no Brasil.

Além dos alunos do CAO (42 capitães) e do público interessado, o evento contou também com a presença do chefe do DEC e reitor do ISCP, CEL Sousa Lima e do Diretor de Formação e Pró-reitor de Graduação, CEL Lima Filho.

SEMINÁRIO ACADÊMICO SOBRE MULTICULTURALISMO,

DIREITOS HUMANOS E CONSCIÊNCIA HUMANA

O ISCP realizou nos dias 24 e 25 de novembro de 2015, nas dependências da APMB, um Seminário Acadêmico sobre Multiculturalismo, Direitos Humanos e Consciência Humana. O evento foi destinado aos alunos do Curso de Tecnólogo em Segurança Pública e convidados.

O objetivo foi inserir os alunos e participantes na reflexão das questões multirraciais brasileiras, com enfoque na celebração do Dia da Consciência Negra (20 de novembro).

O seminário foi iniciado com as palestras dos Professores e Doutores Mario Theodoro e Carlos Alberto, que abordaram questões históricas brasileiras que remetem a prática do racismo na Sociedade Brasileira atual.

O Segundo dia foi marcado por uma apresentação de Capoeira do Instituto Cultural Raízes, constituído por crianças da comunidade do Varjão, seguido da exibição do curta metragem “Mulheres de Barro”, de autoria da Professora e Doutora Edileuza Penha de Souza, o qual retrata a realidade das mulheres paneleiras e congueiras de Goiabeiras Velhas – ES, sendo encerrado com uma entusiasmada palestra seguida de debate a respeito das realidades retratadas na obra.

O evento contou com a participação do Chefe do DEC e Reitor do ISCP, CEL Sousa Lima e do Comandante da APMB, CEL De Araújo.

BIBLIOTECA DO ISCP DISPONIBILIZA FERRAMENTAS DE ACESSIBILIDADE

Em alusão ao dia 03 de dezembro (Dia Internacional da Pessoa com Deficiência) e dia 05 de dezembro (Dia Mundial da Acessibilidade), a Biblioteca do ISCP está disponibilizando a toda comunidade acadêmica e usuários, softwares gratuitos voltados à acessibilidade.

As “ferramentas de acessibilidade” poderão ser utilizadas nas instalações da biblioteca e são destinadas a atender pessoas com vários tipos de necessidades especiais, a saber:

Deficiência Auditiva:

Através da Suíte VLibras - conjunto de ferramentas computacionais de código aberto, responsável por traduzir automaticamente conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) em LIBRAS, tornando computadores, dispositivos móveis e plataformas Web acessíveis para pessoas com deficiência auditiva - as pessoas com deficiência auditiva poderão acessar os conteúdos dessas tecnologias em sua língua natural de comunicação, reduzindo as barreiras de comunicação e acesso à informação. Este conjunto de ferramentas é composto por:

  • VLibras-Plugin:plugin de navegador que, quando habilitado, permite que o usuário traduza qualquer texto selecionado no navegador para LIBRAS de forma automática. Com isso, o usuário com deficiência auditiva pode navegar em qualquer página na Internet e acompanhar a sua tradução para LIBRAS;
  • VLibras-Desktop:ferramenta mais geral que a VLibras-Plugin e pode ser aplicada para traduzir textos selecionados em qualquer software ou aplicativo instalado no computador pessoal do usuário com deficiência auditiva para LIBRAS.

Os interessados podem baixar a Suíte VLibras no site: http://www.vlibras.com.br/.

- Dicionário Libras: site voltado a auxiliar a inserção da pessoa com deficiência auditiva na sociedade. Pode ser acessado no endereço: http://www.dicionariolibras.com.br.

Deficiência Visual:

As pessoas com algum tipo de deficiência visual poderão usar o computador e executarem tarefas como: acesso à internet, edição de textos, leitura/audição de textos anteriormente transcritos e utilização de ferramentas de produtividade faladas (calculadora, agenda), além de adquirirem um alto grau de independência no estudo e no trabalho. Isto será possível através dos Softwares:

- DOSVOX: software que possibilita a comunicação entre a pessoa com deficiência visualà computador, através de síntese de voz em Português, sendo que a síntese de textos pode ser configurada para outros idiomas. Pode ser baixado gratuitamente através do site: http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox/download.htm;

- MECDaisy: software desenvolvido pelo MEC em parceria com a UFRJ, que permite a leitura / audição de livros no formato Daisy. O formato Daisy – Digital Accessible Information System – é um padrão de digitalização de documentos utilizado para a produção de livros acessíveis.

Além disso, o software permite a navegação facilitada pelos livros e maior interação no momento da leitura, possibilitando a localização de termos e palavras, navegação ágil pelo índice do livro, inclusão de notas, tudo isso através de orientações verbalizadas pelo próprio sistema.

Os interessados podem baixar o MEC Daisy no site: http://www.intervox.nce.ufrj.br/mecdaisy ou no portal do MEC em: http://www.mec.gov.br.

Deficiência Motora:

Já as pessoas com algum tipo de deficiência motora poderão usar o computador sem as mãos, apenas com o auxílio dos seguintes softwares:

- Headmouse: software desenvolvido por um Grupo de Robótica da Universitat de Lleida, na Espanha, para permitir maior independência de pessoas tetraplégicas ou com alguma impossibilidade de movimentar os braços ou mãos;

- Teclado Virtual: software, que complementa o “HeadMouse” e não requer formação prévia. Ele funciona por meio de um aplicativo que aparece na tela do computador e permite a produção de textos mediante a pulsação de teclas virtuais. O sistema incorpora inovações tecnológicas que facilitam ao máximo a escrita para pessoas com mobilidade reduzida que não podem utilizar teclados convencionais de computador.

Para usar os programas, o usuário precisará instalá-los no computador e será preciso ter uma câmera (webcam) em cima do monitor, pois essa câmera é que irá reconhecer a face do usuário e usar os movimentos da face, olhos e boca para controlar o cursor do mouse na tela, possibilitando o acesso à internet e a digitação de um texto através de um teclado digital.

Ambos podem ser obtidos gratuitamente através do site: http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/headmouse-e-teclado-virtual.

Deficiência Intelectual:

Por último, as pessoas com algum tipo de deficiência intelectual poderão fazer uso das seguintes ferramentas:

  • Participar: software educacional de apoio à alfabetização e comunicação alternativa de crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. O programa apresenta as letras do alfabeto, o som de cada uma delas e exemplos de objetos em que são utilizadas, além de 600 vídeos produzidos pela UnBTV. Também é possível acessar uma série de exercícios, que são apresentados por dois jovens com Síndrome de Down, e ainda um bate-papo simulado;
  • Somar: software educacional voltado ao ensino da aplicabilidade social da matemática a jovens e adultos com deficiência intelectual (ou certos déficits educacionais). Estão contempladas lições acerca de matemática social, como significação prática dos números, usabilidade de cédulas monetárias e de calculadora para efetuar transações comerciais, bem como leitura incidental de relógio digital para controle de atividades cotidianas. O domínio dessas habilidades é fundamental para que a pessoa passe a ter maior autonomia.
  • Jecripe: Jogos de Estímulo Criados para Pessoas Especiais

Todos os softwares poderão ser baixados gratuitamente no site: http://www.projetoparticipar.unb.br/ e http://www.jecripe.com/

Finalmente, a Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Policiais se orgulha em possibilitar a Inclusão Digital das pessoas portadoras de necessidades especiais, promovendo Cidadania e valorizando acima de tudo o Ser Humano.

Copyright © 2016 Informática ISCP. Todos os Direitos Reservados. Setor de Áreas Isoladas Sudeste - SAISO Área Especial - Asa Sul - Brasília-DF. CEP: 70610-200 - pga@iscp.edu.br - 61 - 3910-1556