ISCP Virtual

O Excelentíssimo Reitor do ISCP, Cel. Sousa Lima, recebeu na sede do DEC a comitiva de integrantes da Polícia Nacional do Japão, composta pelos Inspetores Masahiro Kamei e Hisami Ohashi, e por membros da SENASP, uma das promotoras do Acordo de Integração. A visita é parte do Curso Internacional de Operador de Polícia Comunitária – Sistema KOBAN.

Parte do Acordo prevê que os policiais conheçam as instalações de alguns quartéis e também das Escolas da PMDF. O Cel. Sousa Lima explicou a estrutura do ISCP, o processo de Credenciamento junto ao MEC e as formas de ingresso.

O Cel Sousa Lima ressaltou ainda a importância do credenciamento do ISCP junto ao MEC. Para o Reitor do ISCP, esta é uma das melhores maneiras de se produzir pesquisa, tanto para a própria Instituição, quanto para a Sociedade. “Projetos como o Mestrado profissional, o Bacharelado em Segurança Pública, e o Tecnólogo em Segurança Pública, são parte dessas mudanças institucionais promovidas pelo ISCP”.

Durante a apresentação, o Coordenador de Projetos da SENASP, Sr. Fernando de Mello, acentuou as diferenças existentes entre as duas polícias, e a importância da integração proposta pelo Acordo. Para ele, essa é uma maneira de a Polícia Brasileira angariar experiência e conhecimento.

Para a Inspetora Hisami Ohashi, ambas as culturais são uma chance de interagir e conhecer as diferenças. “A parceria é genuína”, afirma ela, “para nós, tem sido uma experiência fantástica. A miscigenação e a diversidade racial é muito positiva e interessante”. O Inspetor Masahiro Kamei esclarece que o policial japonês tem uma função similar a de um mediador na interação das ocorrências que envolvem mais de uma pessoa. “O policial mostra, por sua experiência, um melhor caminho para ambos”, diz o policial em competente português.

Até hoje, mais de 150 policiais brasileiros já visitaram o Japão em virtude do Acordo. O mesmo se dá com policiais japoneses. A SENASP seleciona policiais no Brasil inteiro, sendo alguns deles enviados àquele País, dois desses são daqui do DF. Por cerca de um mês ambos os policiais visitarão e acompanharão a rotina dos muitos quartéis em Brasília, de modo que se familiarizem com o modo como a Polícia Brasileira entende seu papel.   

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA PÚBLICA

           

Encontram-se abertos as inscrições para o processo seletivo do curso de graduação em Tecnologia em Segurança Pública pelo Instituto Superior de Ciências Policiais. As inscrições ocorrerão no período de 07 a 20 de janeiro e o vestibular no dia 22 de janeiro na Academia de Polícia Militar de Brasília, localizada no setor policial sul - SAISO, trecho 4.

O curso será oferecido aos servidores da segurança pública e terá a duração de 2 anos.

 

           Maiores informações: 3910-1468 ou pelo edital n° 001/2017 DiForm/DEC.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Nos dias 24 e 25 de novembro, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Paz social promoveu, em parceria com a Universidade de Brasília, o 1º seminário de Direitos Humanos, Participação Social e Segurança Cidadã.

O evento aconteceu no auditório do DETRAN e contou com a presença do chefe do DEC e reitor do ISCP, coronel Souza Lima, diversos representantes da PMDF, além da palestra do major Marcelo Alves, que falou sobre o papel das forças de segurança e os direitos humanos. Representantes de outras corporações, como CBMDF, PCDF e DETRAN também participaram do seminário.

A mesa de autoridades foi composta pela Secretária de Estado da Segurança Márcia de Alencar, da Juíza de Direito Gláucia Falsarella Foley, Coordenadora do Programa Justiça Comunitária do TJDFT e do Promotor de Justiça Nísio Edmundo Tostes, representante do MPDFT. Todos destacaram a importância do evento e da união das instituições em prol de uma segurança pública cada vez mais eficiente.

Durante os dois dias foram discutidos diversos assuntos como a apresentação de um projeto de Capacitação Interativa e da Intervenção Colaborativa, o Sistema Penitenciário e os Direitos Humanos, os Direitos de Minorias, Espaços Colaborativos, Gestão Pública e Participação Social. 

O Centro Interdisciplinar de Estudos sobre Polícia e Segurança Pública do ISCP, promoveu na tarde da última quarta-feira (20), mais um encontro do Ciclo de Palestras 2016: Polícia e Segurança em Debate.

O tema da palestra foi “Possibilidades de Obtenção de Digitais e de Identificação de Indivíduos Suspeitos em Ocorrências Envolvendo a Manipulação de Corpos Humanos”, e foi realizada pelo capitão Guilherme Morais de Carvalho, Doutor em Física pela Universidade de Brasília.

A apresentação mostrou o resultado de uma pesquisa realizada pelo palestrante no Chile, que abordou a questão da importância da investigação utilizando a papiloscopia em corpos humanos para identificar suspeitos de crimes.

O capitão mostrou que esta é uma técnica já utilizada pelos Carabineiros do Chile (como é chamada a polícia no país) e que trabalha com o chamado “Ciclo Completo de Polícia”, um sistema de polícia única, que envolve desde o policiamento ostensivo até as investigações.

“Apesar de não ser um sistema utilizado no Brasil, a possibilidade de investigação utilizando a papiloscopia para apurar crimes militares, por exemplo, seria uma boa alternativa para esclarecer diversos casos”, explicou o palestrante.

As palestras, promovidas pelo CIEP, são semanais e acontecem toda quarta-feira, a partir das 14h, no auditório da EsFO (APMB). A proposta é oferecer um espaço para discussões e desenvolvimento de ideias na Polícia Militar, por meio da interação entre os conhecimentos científico e profissional.

A participação é aberta e os pesquisadores, estudiosos e profissionais de diferentes áreas podem comparecer diretamente no dia dos eventos.

 

Na tarde desta quinta-feira (6), foi realizada a aula inaugural do Curso de Altos Estudos da PMDF (CAE 2016). Ao todo, 175 oficiais, entre tenentes-coronéis e majores, estão participando da especialização. Serão seis meses de curso semi-presencial que será coordenado pela coronel Priscila, chefe do Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento (CAEAP).

O CAE 2016 conta com a parceria do Centro Universitário do Sul de Minas (Unis) que selou convênio com o Instituto Superior de Ciências Policiais da PMDF (ISCP). A cerimônia de aula inaugural contou com a presença do subcomandante-geral da PMDF, coronel Sant´anna; do reitor do ISCP, coronel Sousa Lima; do reitor do Unis, Stefano Gazzola; do reitor da Universidad Bernardo O'Higgins do Chile, Cláudio Ruff; do oficial da Guarda Republicana Portuguesa, tenente-coronel Carlos Costa (via teleconferência); entre outras autoridades.

Durante a aula inaugural foram elencados diversos temas, como: policiamento, segurança pública, direitos humanos, empreendedorismo, inovação e ensino à distância.

A Pró-reitoria de Pós-graduação do ISCP abriu as inscrições para o processo seletivo do primeiro curso de especializaçãolato sensu em Polícia Ambiental do Instituto Superior de Ciências Policiais.

Serão oferecidas 30 vagas e o curso será a primeira pós-graduação oferecida pelo ISCP voltada para a área de Polícia Ambiental. As inscrições poderão ser feitas até o dia 27 de abril, de 14h às 18h (segunda a quinta-feira) e das 8h às 12h (sexta-feira), pessoalmente na Diretoria de Aperfeiçoamento e Extensão (DAE),localizada no CEPOM (Taguatinga).

            Informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no EDITAL DAE 03/2016.

Copyright © 2016 Informática ISCP. Todos os Direitos Reservados. Setor de Áreas Isoladas Sudeste - SAISO Área Especial - Asa Sul - Brasília-DF. CEP: 70610-200 - pga@iscp.edu.br - 61 - 3910-1556